O Voluntariado e o activismo social - Caminhos para a participação no desenvolvimento humano

O Voluntariado e o activismo social - Caminhos para a participação no desenvolvimento humano

Autores/as

CIVICUS - Aliança Mundial para a Participação Cidadã, IAVE - Associação Internacional de Esforços Voluntários, UNV - Voluntários das Nações Unidas

Sinopse

"Tanto o voluntariado quanto o ativismo social são estratégias importantes para promover a participação das pessoas nas mudanças sociais e no desenvolvimento humano. Esta é uma das principais conclusões de um estudo realizado em 2007/8 pela CIVICUS: a Aliança Mundial para a Participação Cidadã, a Associação Internacional de Esforços Voluntários (IAVE) e o Programa de Voluntários das Nações Unidas (UNV).

Editora

ONU

Sobre

O voluntariado engloba uma ampla gama de atividades, incluindo visitas a pessoas doentes, sensibilização sobre o HIV/Aids, plantio de árvores e a promoção dos direitos humanos. Embora algumas vezes, o voluntariado e o ativismo social sejam vistos como áreas diferentes de atuação, na verdade existe uma relação dinâmica entre eles. Juntos, ambos contribuem para o envolvimento de pessoas visando ao alcance de compromissos voltados para o desenvolvimento, como as Metas de Desenvolvimento do Milênio (MDM).

O voluntariado, assim como o ativismo social, pode ter objetivos claros e estar voltado para mudanças. Por exemplo, o voluntariado pode ter como objetivo influenciar o estabelecimento de agendas, a formulação de políticas, a tomada de decisões e a representação. Também pode promover mudanças sociais ao contribuir para a transformação pessoal, por meio da qual os indivíduos mudam suas convicções, perspectivas e comportamentos cotidianos a partir do momento em que se sensibilizam ou adquirem um novo entendimento a respeito de determinada situação.

Alcançar a meta de aprofundar e sustentar a participação depende da criação de oportunidades novas, diversas e variadas de envolvimento. Por exemplo, os centros de voluntários podem ajudar a ampliar as oportunidades de envolvimento oferecidas ao público. Investimentos na boa gestão de voluntários e no reconhecimento dos mesmos podem resultar em mudanças mais impactantes. O governo, a sociedade civil, o setor privado e as agências internacionais têm um papel a desempenhar na promoção de um ambiente propício para a participação das pessoas.

Cumprir as Metas de Desenvolvimento do Milênio até 2015 depende da participação de pessoas comuns no processo do desenvolvimento. Este artigo sugere que o voluntariado e o ativismo social têm o potencial de contribuir para promover o grau e a diversidade de participação necessários para enfrentar as principais tensões e desafios atuais para o desenvolvimento."

2009

N.º de páginas

36

Suporte/Formato

Publicação

Um recurso da entidade

ONU - ONU - Organização das Nações Unidas
Manhattan

Classificado em

Voluntariado