header mobile

Portugal e a União Europeia / Indicadores Sócio-Económicos

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos
O encerramento do actual período de programação (2000-2006) corresponde também, em grande medida, ao esgotamento do modelo tradicional de desenvolvimento baseado na "obra física". Nesta fase de início da preparação do quadro de referência estratégico nacional para o próximo período de programação, a divulgação de um conjunto de indicadores estatísticos organizados segundo as áreas temáticas mais relevantes permitem, de uma forma rápida e sintética, avaliar o estado e a evolução recente de algumas das variáveis de referência associadas ao desenvolvimento socio-económico do país.

O encerramento do actual período de programação (2000-2006) corresponde também, em grande medida, ao esgotamento do modelo tradicional de desenvolvimento baseado na "obra física". De facto, as orientações estratégicas comunitárias para a política de coesão que vigorarão no próximo ciclo de programação (2007-2013), apontam claramente para a concentração das prioridades de desenvolvimento em torno dos temas da competitividade e do emprego, designadamente ao nível da produtividade, investigação e desenvolvimento tecnológico, inovação e formação/qualificação, relativamente aos quais o nosso país exibe ainda margens de progressão consideráveis face às médias europeias.

Considerámos oportuna, nesta fase de início da preparação do quadro de referência estratégico nacional para o próximo período de programação, a divulgação de um conjunto de indicadores estatísticos organizados segundo as áreas temáticas mais relevantes que permitem, de uma forma rápida e sintética, avaliar o estado e a evolução recente de algumas das variáveis de referência associadas ao desenvolvimento socio-económico do país com a preocupação de fornecer, por um lado, a visão do seu enquadramento territorial no contexto nacional e, por outro, a comparação com as médias europeias a 15 ou a 25, obviamente com o condicionamento da disponibilidade estatística.

Esta divulgação é feita sob a forma de cadernos, dando continuidade à série DGDR, correspondendo o presente trabalho ao caderno nº2, sendo composto por duas partes:
1ª Parte - representação gráfica de indicadores para Portugal e NUT II;
2ª Parte - indicadores de comparação de Portugal com a EU.

Em anexo são apresentados os quadros estatísticos com os valores dos indicadores utilizados e respectivas fontes.

CadernosDGDR

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade