header mobile

Estratégias nacionais de integração dos ciganos: um primeiro passo para a aplicação do quadro da UE

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos
Titulo: Estratégias nacionais de integração dos ciganos: um primeiro passo para a aplicação do quadro da UE Autor: Comissão Europeia Bruxelas, 2012

Comunicado da Comissão ao Parlamento Europeu, ao Conselho, ao Comité Económico e Social e ao Comitédas Regiões.

Os ciganos, a maior minoria europeia, com cerca de 10 a 12 milhões de pessoas, são muito frequentemente vítimas de racismo, discriminação e exclusão social, vivendo em condições de extrema pobreza, sem acesso a cuidados de saúde e a uma habitação digna. Muitas mulheres e crianças ciganas são vítimas de violência, exploração e tráfico de seres humanos, mesmo dentro das suas próprias comunidades. Muitas crianças ciganas vivem na rua em vez de frequentarem a escola. O atraso nos níveis de educação e a discriminação no mercado de trabalho dos ciganos conduziram a elevadas taxas de desemprego e de inatividade, bem como a empregos de baixa qualidade, pouco qualificados e mal pagos. Esta situação causa uma perda de potencial que torna o esforço para assegurar o crescimento ainda mais difícil. Uma melhor integração dos ciganos constitui, portanto, um imperativo moral e também económico, que exige além disso uma alteração das mentalidades da maioria das pessoas e dos próprios membros das comunidades ciganas.

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade