header mobile

Agrupamento de Escolas de Maximinos premiado pelo seu Dia do Voluntariado (Correio do Minho, 24/1/2018)

0 5

Votação deste artigo: 0 Votos

PRÉMIO Cooperação e Solidariedade António Sérgio distinguiu o Dia do Voluntariado que, no final de cada ano lectivo, mobiliza alunos, pais, professores e funcionários do Agrupamento de Escolas de Maximinos para tornar as escolas ainda mais acolhedoras.

O Agrupamento de Escolas de Maximinos é o vencedor da edição de 2017 do Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio na categoria de trabalhos de âmbito escolar, tendo sido distinguido pelo seu ‘Dia do Voluntariado’.

O ‘Dia do Voluntariado’ – que desde 2012 é dinamizado na Escola Básica do 2.º e 3.º ciclos Frei Caetano Brandão – foi abraçado pelo Agrupamento e, no final de cada ano lectivo, a comunidade escolar põe mãos à obra para tornar as escolas mais acolhedoras.

Para esta ‘empreitada’ voluntariam-se alunos, pais, professores e funcionários numa iniciativa que “tem permitido que a comunidade escolar sinta ainda mais a escola como sua” descreve o director do Agrupamento de Escolas de Maximinos, António Pereira que destaca a promoção de valores como a solidariedade e ajuda mútua, mas também o convívio intergeracional e a articulação escola/família.

O ‘Dia do Voluntariado’ – que é para manter – tem sido ocupado a pintar cacifos, salas, paredes e até o gradeamento exterior, a par dos trabalhos na horta.

Na escola-sede do Agrupamento – a Secundária de Maximinos – o ano passado, a comunidade escolar pôs mãos à obra para construir sofás com paletes de madeira que depois de pintados foram colocados na sala do aluno.

Este trabalho reflecte-se no espaço físico das escolas básica e secundária que “estão velhas, mas bonitas” reconhece António Pereira.

O prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio – que foi entregue na passada segunda-feira – surge como “um reconhecimento importante” mais ainda por vir de uma instituição que trabalha na área da economia social, realça o director do Agrupamento.

Ainda não está decidido como vai ser aplicado o prémio pecuniário de três mil euros, mas é certo que será sempre reinvestido na melhoria do espaço escolar.

Teresa Marques Costa

+ mais
O Prémio Cooperação e Solidariedade foi criado, em 2012, pela Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES) como forma de homemagear as pessoas singulares e colectivas que, em cada ano e em diferentes categorias, mais se distinguem no sector da economia social.
Em 2017, a categoria de trabalhos de âmbito escolar distinguiu ex-aequo o Agrupamento de Escolas de Maximinos, em Braga, e o Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio, de Esposende.

 

 

Recomendamos

Financiado Por

financiadores02financiadores03financiadores04

Redes e Parcerias

Parceiro1 CasesParceiro2 RipessParceiro3 CNESParceiro4 ComunaCarta Portuguesa para a Diversidade