• Início
  • Noticias
  • Animar na conferência europeia “Economia Social, um modelo empresarial para o futuro da União Europeia”

Animar na conferência europeia “Economia Social, um modelo empresarial para o futuro da União Europeia”

for1

Realizou-se no dia 23 de maio, em Madrid, a Conferência Europeia "Economia Social, um modelo para o futuro da União Europeia", que pretende um dar novo impulso ao tema na agenda política da UE.

 

A Animar, que integrou a delegação da CASES, participou no encontro onde e esteve o Ministro Vieira da Silva.

Nesse encontro foi assinada a "Declaração de Madrid" da Economia Social que foi subscrita por onze governos da União: Espanha, Luxemburgo, Portugal, Grécia, Itália, România, Eslováquia, Malta, Bulgária, Chipre e Suécia, podendo agora ser seguida por outros que não estiveram presentes.

O modelo social europeu, defendeu-se no fórum, tem-se mostrado imprescindível nos momentos de crise, mas também útil em crescimento económico, devendo, por isso, ser aprofundado.

A Economia Social conta com 2 milhões de empresas na Europa, gera 8% do PIB comunitário e é responsável por 14.5 milhões de empregos. Mas a declaração diz que se pode fazer mais e reclama um forte impulso para a Economia Social na agenda da União Europeia.

A declaração refere ainda que os valores comuns da Economia Social, o enfoque nas pessoas, a democracia e a sustentabilidade das políticas sociais contribuem para assegurar a coesão social e, portanto, geram desenvolvimento e criam emprego.

Reivindica-se ainda no documento o fomento da Economia Social desde a escola, a criação de mecanismos comuns de cooperação ao mais alto nível e a inclusão no Plano da Comissão Europeia de um Programa de Ação Único para a Economia Social 2018-2020.

Fernando Rodrigues
Vice-Presidente da Animar