IV Fórum do Interior - Que soluções para o rural?

Sesso-de-Abertura2A cooperação e a sustentabilidade dos territórios foi a ideia força que presidiu à realização do IV Fórum do Interior. Durante dia e meio cerca de meia centena de académicos, autarcas, estudantes, dirigentes e membros de associações e outros, debateram no Instituto Politécnico de Portalegre/Escola Superior de Educação e Ciências Sociais o desenvolvimento do interior, procurando-se assim colocar o assunto na agenda política, social e partidária, aproveitando a “conjuntura favorável” (Abílio Amiguinho, Politécnico de Portalegre e ICE na sessão de Abertura).

Continue a leitura

CNIS recusa fim da solidariedade no caldeirão da Economia Social

AG-CNIS

A Assembleia Geral da CNIS, que decorreu em Fátima, foi unânime em refutar as intenções de agregar todas as entidades da Economia Social em uma única organização, processo que está a ser liderado pela CASES.
“Temo que em Portugal se queira diluir a solidariedade”, afirmou o padre Lino Maia, a propósito das movimentações e discussão em curso para a criação de uma Confederação da Economia Social, que a CNIS e as uniões das Misericórdias e das Mutualidades não veem com bons olhos: “Temo que seja demasiadamente abrangente e aí tudo se dilua e sejamos tratados como uma qualquer coletividade de cultura e recreio ou uma associação humanitária de bombeiros voluntários, com todo o respeito que estas entidades nos merecem. No entanto, nós não somos isso”.

VER

Economia Social e Inovação Social

ES-Notcia-1A Animar esteve presente na Feira das entidades do 3º setor, que decorreu entre os dias 20 e 22 de novembro, na Lousã, uma iniciativa promovida pela Activar - Associação de Cooperação da Lousã no âmbito do Eixo 3 - Capacitação da Comunidade e Instituições do Contrato Local de Desenvolvimento Social.

Continue a leitura

Agenda

Nov.
24

14:30 24.11.2016 - 20:00 06.01.2017

Dez.
5

05.12.2016 21:30 - 23:30

Dez.
6

0:00 06.12.2016 - 23:30 10.12.2016

Dez.
6

10:00 06.12.2016 - 22:00 11.12.2016

Dez.
13

13.12.2016 14:30 - 18:30

Noticias

Curso em ofícios de arte cerâmica e vidro

Untitled-1-copyO CEARTE vai realizar o Curso Técnico Especialista (CET) em ofícios de arte cerâmica e vidro, nível 5, de 1450 horas. O curso decorrerá de Janeiro a Dezembro de 2017, de 2ª a 6ª Feira.
Estágio profissional em empresa e atelier do sector - 450 horas.

O curso destina-se:
- a jovens  e adultos com mais de 18 anos;
- com o 12º ano, ou que tendo estado inscritos no 12.º ano, não o tenham concluído;
- licenciados ou titulares de um CET que pretendam a sua requalificação profissional.
Será umcurso gratuito com direito à refeição em espécie e pagamento total das despesas efetuadas em transportes públicos coletivos ou subsídio de transporte.

Ler mais...

FESS realizou Ação de Capacitação em Samora Correia

Untitled-1-copyO FESS - Fórum da Economia Social de Santarém promoveu, no dia 17 de novembro, ​no Palácio do Infantado, em Samora Correia​, mais uma Ação de Capacitação subordinada ao tema “Portugal Inovação Social e Programas de Financiamento”​.

Ler mais...

A CPV e o voluntariado na Europa

essolidriaA última reunião Assembleia Geral da CPV tomou um conjunto de posições relativas ao Voluntariado na Europa. As tomadas de posição apoiam a agenda política dos 5Rs do CEV disponibilizando mais detalhes sobre a perspetiva do CEV nos seguintes assuntos:
Garantia Jovem / p. 2
Serviço Voluntário Europeu & Corpo Europeu de Solidariedade / p. 3
Voluntariado em grandes eventos desportivos / p. 5
“Volunturismo” / p. 7

Ler mais...

Ao terceiro dia a MANIFesta lança um olhar sobre os jovens e o emprego

Desemprego-JovemOs temas do emprego e do empreendedorismo jovem marcaram o terceiro dia de debates da décima primeira edição da MANIFesta – Feira e Festa do Desenvolvimento Local e da Economia Social e Solidária.
Ao longo do dia um conjunto alargado de entidades, (CASES, CRESAÇOR, Cooperativa Sol Maior, CEARTE, Agência Nacional Erasmus+, FNAJ, SVE-AJD, SEIES, Agência de Inovação Social animar.COM, ADER Sousa, Espaço t, ADRITEM, Associação Leque, Agrupamento de Escolas de Ribeira de Pena, Associação Fernão Mendes Pinto, Grupo de Miro, Rede Social de Tomar, Verdes Verdades e Fórum Cidadania & Território) debateram, trocaram pontos de vista, deram a conhecer experiências e práticas, partilharam preocupações e esperanças.
Pelo meio ainda houve tempo para as actividades culturais – a Associação Recreativa e Cultural Santa Isabel deu-nos a conhecer danças de diversas partes da Europa e o Grupo de Mareantes do Rio Douro desfilou o seu grupo de bombos pela zona ribeirinha de Gaia. À noite podemos assistir a um excelente concerto de música popular portuguesa da região minhota, pelo Grupo de Cavaquinhos da AJD.
Ler mais...

MANIIFesta’16 debate a Cooperação

CoopO segundo dia da MANIFesta – XI Assembleia, Feira e Festa do Desenvolvimento Local e da Economia Social e Solidária foi dedicado à Cooperação. Tendo em vista a procura de respostas aos desafios colocados pela actual situação social realizaram-se debates e tertúlias, deram-se a conhecer práticas na área da educação, falou-se sobre os constrangimentos decorrentes do envelhecimento, dos desafios colocados ao cooperativismo, visitaram-se cooperativas e visionou-se o documentário Palmas, relativo à criação por uma comunidade de desalojados brasileiros de uma moeda própria.
Ler mais...

Redes e Parcerias